Categorias
Exposições

Artes no Colégio

Artes no Colégio
Exposição de trabalhos realizados nas disciplinas de Ed. Tecnológica e Oficina de Artes Plásticas pelos alunos do 1.º, 2º e 3º Ciclos.
Os trabalhos mostram alguns exemplos de modelação em barro, pintura em vidro, encadernação, costura, colagens e construção em madeira.

1ºA Taça com técnica do polegar
Barro amassado e modelado previamente (técnica do polegar), até obter um aspeto homogéneo. Com o auxílio do polegar, são realizadas as peças. Toda a irregularidade da peça é propositada para o resultado final. Acabamento das peças: pintura com guaches e envernizamento.

2ºA Taça com técnica do Polegar e Suporte de Lápis
Barro amassado e modelado previamente (técnica do polegar), até obter um aspeto homogéneo. Com o auxílio do polegar, são realizadas as peças. Colagem (lambuje) de elementos decorativos em barro. Toda a irregularidade da peça é propositada para o resultado final. Acabamento das peças: pintura com guaches envernizamento. Suporte de lápis realizado com molas de madeira e corda de sisal com pintura como acabamento.

3ºA Mealheiros e Bandeira do Concelho de Setúbal
Pintura de mealheiros e colagem de papel rendado para reprodução das obras da artista portuguesa Joana Vasconcelos. Ainda em exposição junto à sala da turma, a bandeira do Concelho de Setúbal realizada com papel crepe e tinta.
4ºA Mealheiros e Pratos com a técnica da lastra
Pintura de mealheiros e colagem de papel rendado para reprodução das obras da artista portuguesa Joana Vasconcelos. barro amassado e esticado previamente (técnica da lastra), até obter um aspeto homogéneo. Com o auxílio de uma taça, é dada forma às peças. Toda a irregularidade da peça é propositada para o resultado final. Acabamento das peças: pintura com guaches e envernizamento.

5ºA Estojos e Suporte para Pacotes de Leite
O trabalho foi desenvolvido a partir de um ziguezaguear dos fios horizontais (trama), pelos fios dispostos na vertical (teia). Acabamento: costura do estojo e aplicação do botão.
Os alunos utilizaram madeira de pinho para a elaboração deste suporte, e tiveram que aplicar técnicas como: medições, corte, grosar, limar, colar, pregar, lixar e envernizar. A decoração, através da pintura ficou ao gosto de cada aluno.

6ºA Encadernação
Dobragem de folhas e corte das mesmas. Costura dos cadernos e aplicação da lombada de reforço. Preparação da capa e contracapa e aplicação do papel artesanal para embelezamento do caderno e posterior aplicação do requife e colagem do caderno. Remates finais e aperfeiçoamento do caderno.

8ºA Vitral
Elaboração de esboços iniciais. Realização do desenho na jarra de vidro recorrendo à pasta de chumbo para criar relevo e criar o efeito de vitral. Pintura final com tinta de vidro para conceber transparências e luminosidade ao trabalho.

ET e OAP
Prof. Luís Silva

Categorias
Exposições Sem categoria

Exposições: “Isometrias”, “A Linha” e “Mosaico”

Isometrias

Maurits Cornelis Escher foi um artista gráfico holandês conhecido pelas suas construções/representações impossíveis, que de forma regular preenchiam o plano. Estas consistiam essencialmente em explorações do infinito e metamorfoses – padrões geométricos entrecruzados que se transformam gradualmente para formas completamente diferentes.

As transformações geométricas, também representativas das suas obras (e conhecidas por isometrias), eram claras inspirações da azulejaria de influência árabe que resultavam em padrões muito particulares (com peixes, aves, lagartos, etc.). Escher criava-os a partir de uma malha de polígonos, contudo, sem alterar a área da figura original.

As isometrias foram assim a temática escolhida para o desenvolvimento destes trabalhos, da autoria do 9ºA. Tendo por base dois polígonos distintos (o triângulo e o hexágono), realizaram-se transformações geométricas utilizando a translação e a rotação. O resultando está nas criações em exposição!